Please use this identifier to cite or link to this item: http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/16606
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorVILLANUEVA, Tereza Cristina Bittencourt-
dc.contributor.authorLEAL, Luiz Rogério Bastos-
dc.contributor.authorZUCCHI, Maria do Rosário-
dc.contributor.authorAZEVEDO, Antônio Expedito Gomes de-
dc.contributor.authorVILLANUEVA, Pablo Ramosandrade-
dc.date.accessioned2016-08-16T19:24:46Z-
dc.date.available2016-08-16T19:24:46Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationVILLANUEVA, Tereza Cristina Bittencourt et al. Aplicação do método COP para avaliação da vulnerabilidade intrínseca à contaminação do aquífero cárstico Salitre, Irecê-BA, Brasil. Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology, Itajaí, v. 19, n. 1, p. 55-66, jul. 2016. ISSN 1983-9057. Disponível em: <http://siaiap32.univali.br/seer/index.php/bjast/article/view/6718>. doi:http://dx.doi.org/10.14210/bjast.v19n1.6718.pt_BR
dc.identifier.issn1983-9057-
dc.identifier.urihttp://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/16606-
dc.description.abstractA área de estudo localiza-se na microrregião de Irecê, situada na porção centro-norte do estado da Bahia, Brasil. Compreende uma área piloto do aquífero cárstico Salitre, de aproximadamente 250km², delimitada por parte dos municípios de Irecê e Lapão. Constitui-se por rochas carbonáticas da Formação Salitre de idade Neoproterozóica. Para determinação da vulnerabilidade intrínseca à contaminação do aquífero na área foi utilizado o Método COP, e para tanto, alguns produtos foram gerados para aplicação no modelamento, como análise granulométrica dos solos, elaboração do Mapa Hidrogeológico, Mapa de Declividade, Mapa de Dolinas e Fraturas e Mapa de Uso e Ocupação dos Solos, em escala 1:25.000. Esses produtos permitiram a geração do Mapa de Vulnerabilidade Intrínseca à Contaminação da área, que apresentou como resultado um zoneamento de vulnerabilidade que possibilitou a delimitação de 3 classes de vulnerabilidade intrínsecas na área: Moderada (53%), Baixa (40%) e Muito Alta (7%). Os resultados obtidos podem ser utilizados para o planejamento, gestão hídrica e territorial da área.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherBJASTpt_BR
dc.rightsopenpt_BR
dc.subjectAQUÍFERO CÁRSTICO SALITREpt_BR
dc.subjectVULNERABILIDADE INTRÍNSECA À CONTAMINAÇÃOpt_BR
dc.subjectÁGUAS SUBTERRÂNEASpt_BR
dc.subjectMÉTODO COPpt_BR
dc.subjectCARTOGRAFIA DE VULNERABILIDADEpt_BR
dc.titleAplicação do método COP para avaliação da vulnerabilidade intrínseca à contaminação do aquífero cárstico Salitre, Irecê-BA, Brasilpt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.rights.holder
dc.rights.type
dc.rights.license
dc.rights.date
Appears in Collections:Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mapa_tectorecmin_para.pdfproducao cientifica4,67 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.