Please use this identifier to cite or link to this item: https://rigeo.cprm.gov.br/handle/doc/1222
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMANFREDI, Tamara Reginatto-
dc.date.accessioned2014-06-27T14:50:17Z-
dc.date.available2014-06-27T14:50:17Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationMANFREDI, Tamara Reginatto. A mineralização de parisita (Ce) associada ao carbonatito Fazenda Varela (Correia Pinto, SC). Orientador: Artur Cezar Bastos Neto. Porto Alegre, 2013. 1 CD-ROM. Dissertação (Mestrado em Geociências)-Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttps://rigeo.cprm.gov.br/handle/doc/1222-
dc.description.abstractO carbonatito Fazenda Varela é um ferrocarbonatito que possui altos teores de ETR (>1%), que são elementos considerados estratégicos por muitos países devido à importância econômica. Este carbonatito faz parte do distrito alcalino de Lages (SC), que possui idade entre 63 e 81 ± 8 Ma. A rocha ocorre na forma de veios que intrudem os sedimentos da Formação Rio Bonito (Bacia do Paraná), formando brechas metassomatizadas. A mineralogia magmática do carbonatito é composta principalmente por ankerita e ferrodolomita, além de pirita, ortoclásio e quartzo. O ferrocarbonatito foi afetado por eventos tardi a pós-magmáticos, que gerou domínios hidrotermais, onde se depositaram barita, apatita, quartzo, calcita, ferrodolomita e parisita-(Ce). A parisita-(Ce) é o principal mineral de ETR e não possui fluorita associada, diferentemente dos outros depósitos de fluorcarbonatos do mundo. A parisita-(Ce) é tardia, depositada em meio aos domínios hidrotermais e intersticial a todos os minerais. Nas imagens ao MEV é possível identificar que este mineral forma policristais fibrorradiados bem desenvolvidos com crescimento sintaxial entre parisita-(Ce) e synchysita-(Ce). Este crescimento pode ser identificado nestas imagens pelas bandas brancas e cinza, com proporções de Ca e ETR diferentes em cada banda. A composição média do policristal de parisita-(Ce) apresenta excesso de Ca e deficiência de ETR e de F em relação a uma composição ideal, devido ao crescimento sintaxial. O padrão de ETR da parisita-(Ce) é semelhante ao das amostras de carbonatito. Este mineral se formou em meio com baixa atividade de F e altas atividades de Ca e CO3, a partir de um fluido hidrotermal ascendente, que interagiu intensamente com o carbonatito, ocasionando a partição preferencial dos ETRL provavelmente na forma de complexos clorados. Sua cristalização pode ter ocorrido pelo aumento na atividade de HCO3- pela dissolução do carbonato primário ou pela elevação do pH pelo aporte de água da rocha encaixante quartzo-feldspática.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopenpt_BR
dc.subjectMINERALOGIApt_BR
dc.subjectGEOQUÍMICApt_BR
dc.subjectBRASILpt_BR
dc.subjectSANTA CATARINApt_BR
dc.titleA mineralização de parisita (Ce) associada ao carbonatito Fazenda Varela (Correia Pinto, SC).pt_BR
dc.typeDissertationpt_BR
Appears in Collections:Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Tamara_Jan2013.pdfproducao cientifica2,79 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.