Please use this identifier to cite or link to this item: http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/148
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSALVADOR, Elizete Domingues
dc.date.accessioned2013-12-10T19:01:45Z
dc.date.available2013-12-10T19:01:45Z
dc.date.issued1994
dc.identifier.citationSALVADOR, Elizete Domingues. Análise neotectônica da região do vale do rio Paraíba do Sul compreendida entre Cruzeiro, SP e Itatiaia, RJ. , 1994. Dissertação (Mestrado em Geologia)-Instituto de Geociências. Universidade de São Paulo, São Paulo, 1994.
dc.identifier.urihttp://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/148
dc.description^aDissertação^bMestrado em Geologia
dc.description.abstractA região do Vale do Rio Paraíba do Sul localizada entre Cruzeiro (SP) e Itatiaia (RJ), compreendendo o extremo leste da Bacia de Taubaté, oeste da Bacia de|Resende, bem como o alto estrutural constituído por rochas do embasamento précambriano que separa estas bacias cenozóicas, a denominada Soleira de Queluz,|encerra numerosas evidências de movimentos tectônicos recorrentes, ativos até os tempos recentes. A análise morfoestrutural, em conjunto com a caracterização dos depósitos sedimentares e das estruturas de caráter rúptil, permitiu o reconhecimento de três fases de movimentações neotectônicas. Estas movimentações estariam relacionadas inicialmente a esforços compressivos pleistocênicos orientados segundo NW-SE, associadas a um binário transcorrente dextral de direção E-W. As estruturas relacionadas a esta fase afetam|depósitos coluviais e linhas de seixos, por vezes cavalgados por blocos de rochas do embasamento, ao longo falhas de direções preferencialmente NE a ENE|Posteriormente, uma mudança do regime de esforços foi assinalada durante o holoceno, passando estes a extensionais, com direções E-W (WNW-ESE). Esta fase|é responsável pela geração de feições marcantes, como grabens de direção N-S, que embutem pacotes sedimentares com espessuras superiores a trinta metros. Finalmente famílias de juntas conjugadas, de direções ENE e WNW, seccionando depósitos coluviais, colúvio-aluviais e aluviais, registrariam nova mudança no regime de esforços durante o holoceno, agora compressivos, de direção E-W, concordante|com a direção de esforços atuais obtida a partir de dados sismológicos. O quadro neotectônico já estabelecido é relevante em termos da estabilidade geológica da região, onde estão instaladas grandes obras de engenharia, incluindo uma central nuclear
dc.language1
dc.subjectTECTÔNICA
dc.subjectBRASIL
dc.subjectSÃO PAULO
dc.subjectRIO DE JANEIRO
dc.titleAnálise neotectônica da região do vale do rio Paraíba do Sul compreendida entre Cruzeiro, SP e Itatiaia, RJ
Appears in Collections:Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
diss_elizzeti.pdfproducao cientifica4,82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.