Please use this identifier to cite or link to this item: http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/17742
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOTTONI FILHO, Theophilo Benedicto-
dc.contributor.authorOTTONI, Marta Vasconcelos-
dc.contributor.authorOLIVEIRA, Muriel Batista-
dc.contributor.authorMACEDO, José Ronaldo-
dc.date.accessioned2017-06-07T19:14:14Z-
dc.date.available2017-06-07T19:14:14Z-
dc.date.issued2007-
dc.identifier.citationOTTONI FILHO, Theophilo Benedicto et al. Uma variação do enunciado de capacidade de campo (CC): I) uso de funções de pedotransferência (FPT) para determinar CC. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 31., 5-10 ago. 2007, Gramado, RS. Anais... Gramado: SBCS, 2007.pt_BR
dc.identifier.urihttp://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/17742-
dc.description.abstractCapacidade de campo (CC) é um parâmetro largamente aplicado em hidrologia e engenharia. O valor de CC permite a estimativa de volumes de drenagem e disponibilidade de água no solo para plantas, o que explica seu largo uso apesar das reconhecidas imprecisões de sua definição. Nesse artigo é proposta uma outra versão do enunciado de CC, objetivando minimizar as incertezas de seu conceito e determinação, mas ainda mantendo seu significado prático. Nosso enunciado indica que a CC depende da lâmina de infiltração, umidade antecedente, profundidade e propriedades da amostra do solo. Utilizando 22 perfis, mostramos que a CC foi principalmente determinada pelos dados básicos do solo, mas reconhece-se que este resultado não é geral. Tal dependência das propriedades do solo possibilitou que a CC dos 22 perfis fosse apropriadamente determinada por funções de pedotransferência (FPTs) com as mesmas variáveis de entrada usualmente utilizadas no cálculo das curvas de retenção de umidade, como os conteúdos texturais e de matéria orgânica, densidade global e umidade sob uma sucção conhecida (6kPa). A última foi a variável de maior impacto: uma FTP linear nela baseada avaliou a CC com erros médios quadráticos menores que 0,04 m3 m-3 na maioria dos solos. Mostrou-se que tal FPT foi um melhor avaliador do que o método tradicional de usar uma umidade sob uma sucção arbitrada.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherSBCSpt_BR
dc.rightsopenpt_BR
dc.subjectHIDROLOGIApt_BR
dc.subjectPEDOLOGIApt_BR
dc.subjectSOLOSpt_BR
dc.subjectUMIDADEpt_BR
dc.titleUma variação do enunciado de capacidade de campo (CC): I) uso de funções de pedotransferência (FPT) para determinar CCpt_BR
dc.typeWorking Paperpt_BR
Appears in Collections:Trabalhos Apresentados em Eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ottonifilho_cbcs2007.pdfproducao cientifca177,95 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.