Please use this identifier to cite or link to this item: http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/19024
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorPINÉO, Tercyo Rinaldo Gonçalves-
dc.date.accessioned2018-03-12T16:17:02Z-
dc.date.available2018-03-12T16:17:02Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationPINÉO, Tércyo Rinaldo Gonçalves (Org.). Geologia e recursos minerais da folha Baturité: SB.24-X-A-I. Fortaleza: CPRM, 2017. Escala 1:100.000.pt_BR
dc.identifier.isbn978-85-7499-331-7-
dc.identifier.urihttp://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/19024-
dc.description.abstractA Folha Baturité (SB. 24-X-A-I) localiza-se na porção nordeste do Estado do Ceará, entre os paralelos 04º00’S e 04º30’S e entre os meridianos 38º30’W e 39º00’W. O contexto geológico regional é representado pelo Domínio Ceará Central da Província Borborema, caracterizado por um embasamento Arqueano/Paleoproterozoico, com rochas supracrustais Meso/Neoproterozoicas e granitogênese Neoproterozoica, de consolidação no Orógeno Brasiliano/Pan-Africano durante a aglutinação do supercontinente Gondwana. Os litotipos cartografados foram individualizados em oito unidades litoestratigráficas. A unidade mais antiga corresponde ao Complexo Canindé do Ceará de idade Paleoproterozoica em torno de 2,1 Ga (e.g. Hackspacher et al. 1990; Fetter, 1999 e Castro, 2004, Torres et al., 2007) sendo composta por paragnaisses, paramigmatitos e ortognaisses de composição granodirítica a tonalítica. Esta unidade corresponde ao embasamento do Complexo Ceará, formado pela Unidade Independência. A Unidade Independência, de idade Neoproterozoica (Fetter, 1999; Castro, 2004 e Arthaud, 2007), é composta por paragnaisses, xistos aluminosos, quartzitos, mármores, rochas de composição cálcio-silicática e metabásicas. Na porção norte da Folha Baturité há um domínio granítico-migmatítico, sin- a pós-colisional e de idade Neoproterozoica, denominado de Complexo TamborilSanta Quitéria, que foi dividido em três unidades neste projeto: (1) Migmatitos, representado por diatexitos e por metatexitos com paleossoma de protólito ígneo. (2) Granitoide Santa Quitéria, representados por granitoides róseos, deformados, de textura porfirítica a augen, com quimismo peraluminoso a metaluminoso e cálcio-alcalino de alto potássio. (3) Metadiorito Serrote do Bolo, representado por metadiorito e metatonalito metaluminoso e cálcio-alcalino de médio a alto potássio. O Magmatismo pós-colisional de idade Ediacariano/Cambriano é representado por duas unidades: (1) Suíte Máfica a Intermediária Pedra Aguda, composta por diorito e biotita-gabro de natureza cálcio-alcalina de médio potássio, além de granitoide leucocrático no centro da intrusão. (2) Granitoide Tanques, representado por granodiorito, granito e quartzo-monzonito equigranular, metaluminoso a peraluminoso e cálcio-alcalino de alto potássio, intrusivo no domínio do Complexo Tamboril-Santa Quitéria. As coberturas sedimentares cenozoicas cartografadas são representadas pelo Grupo Barreiras, pelos Depósitos colúvio-eluviais e pelos Depósitos aluvionares. Os elementos estruturais indicam tectônica tangencial com vergência para S-SW e W (porção NW da área), responsável pelo espessamento crustal identificado principalmente na Unidade Independência do Complexo Ceará, seguido de uma tectônica transcorrente desenvolvida nos estágios finais do Orógeno Brasiliano/Pan-Africano e materializada em zonas de cisalhamento de direção NE-SW. Os bens minerais identificado na área são representados por minerais industriais e minerais de uso na construção civil. No âmbito deste projeto foram cadastradas 59 ocorrências minerais entre depósitos, minas, ocorrências e indícios, sendo 31 de carbonato (mármore), 10 de caulim, 09 de manganês, 02 de rocha para fins ornamentais, 02 de talco, 02 de amianto, 01 de vermiculita, 01 de barita e 01 de areia. Além do mais, há xistos grafitosos na Unidade Independência. A análise de sedimentos de corrente e concentrado de bateia, referente à prospecção geoquímica, possibilitou a caracterização de elementos maiores e menores de alto background para cada unidade litoestratigráfica cartografada, bem como a individualização de zonas anômalas, compondo elementos individuais ou grupos de elementos.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherCPRMpt_BR
dc.subjectGEOLOGIA REGIONALpt_BR
dc.subjectRECURSOS MINERAISpt_BR
dc.subjectRECURSOS MINERAISpt_BR
dc.subjectESTRATIGRAFIApt_BR
dc.subjectGEOTECTÔNICApt_BR
dc.subjectPETROLOGIApt_BR
dc.subjectPROSPECÇÃO GEOQUÍMICApt_BR
dc.subjectSB.24-X-A-Ipt_BR
dc.subjectESCALA 1:100.000pt_BR
dc.subjectCEARÁpt_BR
dc.subjectBATURITÉpt_BR
dc.subjectCARTA GEOLÓGICA DE BATURITÉ-
dc.titleGeologia e recursos minerais da folha Baturité: SB.24-X-A-Ipt_BR
dc.typeTechnical Reportpt_BR
dc.localFortalezapt_BR
Appears in Collections:Relatórios Técnicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PGB_Baturite_Final.pdfproducao cientifica93,09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
mapa_geologico_baturite.pdf5,42 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.