Please use this identifier to cite or link to this item: http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/348
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBANDEIRA, Íris Celeste Nascimento
dc.date.accessioned2013-12-10T19:02:11Z
dc.date.available2013-12-10T19:02:11Z
dc.date.issued2008
dc.identifier.citationBANDEIRA, Íris Celeste Nascimento. Neotectônica e estruturação dos sistemas hidrogeológicos da região de Castanhal, PA. , 2008. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica)-Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2008.
dc.identifier.urihttp://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/348
dc.description^aDissertação^bMestrado em Geologia e Geoquímica
dc.description.abstractO estudo morfoestrutural e hidrogeológico realizado no município de Castanhal,PA em duas escalas distintas, 1:100.000 e 1:25.000, permitiram avançar no entendimento das relações entre elementos geométricos dos sistemas hidrogeológicos e elementos estruturais relacionados aos eventos neotectônicos como base para determinar entre outros aspectos, áreas potenciais de recarga destes sistemas. O estudo morfoestrutural auxiliado pelos dados geofísicos levantados mostrou que a área tem um controle estrutural relacionado a um pulso neotectônico responsável pela reativação de falhas de direção NW-SE, NE-SW, E-W e N-S as quais provocaram anomalias e mudanças nos padrões de drenagem, assim como condicionou o estabelecimento de unidades de relevo onde se destacam planícies fluviais, colinas pediplanizadas e colinas de topo aplainado. Essas falhas podem ser compatibilizadas em um regime de esforço, que gerou um arranjo geométrico caracterizado por blocos tectônicos, limitados por tais falhas, bem como um quadro cinemático de configuração dextral, onde de forma destacada, se formaram falhas trativas na direção NW-SE, firmando importantes condutos para a recarga dos sistemas hidrogeológicos. A área é composta por três sistemas hidrogeológicos: Superior, caracterizado como livre e encontrado em profundidades de 2 a 8m; Barreiras variando entre livre e semiconfinado e encontrado a partir de 20m de profundidade; e Pirabas caracterizado como confinado e encontrado a partir 90 a 120m de profundidade. Estes sistemas apresentam profundidades variáveis relacionadas aos deslocamentos provocados por falhas neotectônicas. Os sistemas hidrogeológicos confinados(Pirabas) a semi-confinados (Barreiras) estão sendo recarregados em grande parte na área de Castanhal por condutos naturais que são as zonas de falhas e fraturas trativas de direção NW–SE. Já a recarga dos sistemas hidrogeológicos livres (Superior e Barreiras) se dá pela precipitação direta, a partir da água da chuva na porção centro-oeste da área de estudo, ou seja, nas proximidades do igarapé Couro do Curió e na porção nordeste próximo ao igarapé Defunto
dc.language1
dc.subjectHIDROGEOLOGIA
dc.subjectNEOTECTÔNICA
dc.subjectTECTÔNICA
dc.subjectGEOMORFOLOGIA
dc.subjectGEOPROCESSAMENTO
dc.subjectBRASIL
dc.subjectPARÁ
dc.titleNeotectônica e estruturação dos sistemas hidrogeológicos da região de Castanhal, PA
Appears in Collections:Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
diss_bandeira.pdfproducao cientifica17,33 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.